Arquivo da tag: mistura de estampa

Como Usar: Chapeu Panamá

O Brasil, infelizmente, ainda não é um país “chapelizado”. Apesar do charme da peça, a pessoas resistem bravamente, olham esquisito para quem sai na rua com um e o ar dos olhares é sempre um interrogativo “que isso??”. A resposta é simples “é só um chapéu, gente”. Por isso, não há razão de se sentir mal caso alguém olhe atravessado se você decidir sair com um.

A Isabella Alves mandou a dica por twitter e aqui estamos nós. Afinal, muitas pessoas querem se aventurar na peça, mas ficam na dúvida: com que roupa usar? Seguem algumas dicas do É Tendência!

Panama e Vestido


Essa é aquela combinação que não tem erro! Nos dias de sol, basta usar aquele vestido bem fresquinho – vale neutro e estampado! – colocar um sapato confortável e pronto: a produção para o seu panamá está pronta! Como o chapéu é um acessório que se destaca, é bom não exagerar nos acessórios para não sobrecarregar.

Panamá e short


A premissa é a mesma, seja com as listras fazendo o malandro carnavalesco ou seguindo a linha mais básica, qualquer estilo é capaz de dar as boas-vindas ao acessório. As meninas que optarem por short podem fazer a phyna aproveitando a onda da cintura alta que tomou conta do nosso guarda-roupa nas últimas estações.

Panamá e saia


É como o panamá e o vestido, mas como se tratam de duas peças, dá para brincar um pouco mais. Um lenço para dar um up nas produções lisas ou uma mistura de estampas são bons acompanhamentos para o personagem principal dessa produção: o panamá.

Como o chapéu é um grande potencializador de look, a resposta é muito boa de se ouvir: dá para usar o acessório com quase tudo! 🙂

E vocês, gostam de usar como?

Anúncios

Como Usar: Mistura de Estampas

Misturar estampa é sempre um terreno perigoso pelo qual poucas pessoas se aventuram. O motivo é simples: qualquer escorregada é papagaiada na certa. Eu não sou nenhuma expert em mescla de figuras, mas como ninguém aqui tem vocação para Fergie eu dei uma pesquisada e percebi uns truquezinhos básicos bem marotos (huhuhu) que ajudam moointo na hora de montar um look todo trabalhado no excesso de informações.

Camiseta com desenho + peça estampada


Esse é tipo o bê-a-bá da mistura de estampa. O feijão com arroz, sabe? Como a estampa da camiseta é discreta e centralizada (fica no centro da blusa mesmo hehehe), o desenho quase não entra em contato com a peça mais chamativa. Se a gente quiser inventar nome, dá até para chamar de mistura à distância. Como acontece sempre nesse assunto, o legal é prestar atenção nas cores mesmo. Seja contrastando ou combinandinho, elas devem sempre ser escolhidas com cuidado. Fora isso, nenhum perigo detectado.

Monocromática


Um passo além, mas o território ainda é seguro. Nesse tipo de mistura, quem não está acostumada pode até sentir um estranhamento, mas como as cores são bem neutras, dá para usar sem se achar um ET. A partir desse ponto as pessoas já começam a olhar esquisito na rua, mas quando a gente está feliz com a nossa roupa, isso pouco importa, né? No quesito figuras, vale tudo: bolinhas, listras, flores, xadrez… o negócio é só manter as mesmas cores ou tons.

Colorido


Aí a coisa começa a ficar TËMSA. Mas ainda dá para garimpar uns macetes de uma ou outra produção do gênero. Vamos lá: uma peça é colorida e outra tem cores neutras. Nas duas produções que eu fiz, a parte de baixo é super “uhuu, cheguei para o carnaval”, enquanto a de cima é preto/branco/off-white/cinza. Fora esse detalhe: de resto eu segui a teoria das cores (adoro uma teoria hahahaha) e apertei o concluir look do Polyvore sem medo de ser feliz.

Xadrez


Então, tudo que eu estou colocando aqui é a minha opinião e eu considero o xadrez a raiz quadrada (que eu nunca aprendi direito) da mistura de estampa. Tudo tem que ser calculado direitinho ou o resultado final é bomba no boletim escolar fashionista. Para deixar a estranheza o mais de fora possível, as produções trazem tendências que a gente está para lá de familiarizada (camisa de botões com saia de festa e suéter -que eu chamo de cardigan fechado hehe – com saia). A mistura de cores (vermelho com azul e roxo (?) com preto e branco) foram as mais comuns possíveis porque, como eu disse, de dificil já basta a estampa.

Prontas para arriscar, já arriscam há tempos ou fica para a próxima?

Mistura de Texturas

Lembram o mix de estampas que tomou conta de passarelas/corpitchos de fashionistas e afins no mundo todo há mais ou menos um ano? Ele acaba de gerar frutos! A novidade agora é a mistura de texturas! Claro que não é hora de esquecer a blusa listrada com a saia florida, até porque faz pouquíssimo tempo que os nossos olhos se acostumaram com essa mistureba. Mas, quem quiser acrescentar uma pitada de ousadia ao outfit do dia a dia, chegou a hora de trabalhar as aplicações e os tecidos.

Há diversas formas de entrar nessa nova tendência e o catálogo da Forever 21 (amada e idolatrada por todas nós) veio recheado de looks com esse diferencial

Meia calça– Para sair do lugar comum, que tal combinar uma meia estampada com uma peça de renda? A estampa pode ser desde flores até o simples – e velho conhecido – polka dot!

Franjas – A renda também pode ganhar um charme extra com as aplicações de franjas, combinação que, convenhamos, há alguns meses ficaria de fora fácil fácil de qualquer mente fashionista. E que tal a mistura com a calça estampada com bolinhas?

Xadrez – pegando carona em novas combinações, ele resiste por mais uma estação! Lembra aquela blusa xadrez esquecida no armário? Ela pode ajudar a compor looks mesclados mega interessantes, basta soltar a imaginação – e perder a vergonha.

E então? Prontas para a mistureba ou é melhor ficar no básico?