Arquivo da categoria: Test Drive

Sombras Maybelline: As Famosas BBB

Outro dia uma amiga minha soltou uma frase que me fez pensar nesse post. Ela disse “ah, não. Não aprendo a usar sombra porque palette é muito caro.” Realmente, o preço de alguns conjuntos, dependendo da marca, está pela hora da morte, mas nem sempre qualidade quer dizer preço. Tá aí a Maybelline que não me deixa mentir 😀

mont1

Eu tenho quatro quartetos da marca (dois eu comprei na Drogaria Venâncio, 1 em uma viagem e o outro ganhei na festa da Amiga Chic) e o que eles todos têm em comum? Fixação mara e pigmentação dos sonhos! Ó só:

sombras maybelline

O que mais curto nos quartetos (o último foi o que comprei em viagem e não vende no Brasil :() é que eles têm escrito onde cada sombra deve ir.

Lógico que isso não impede ninguém de inventar moda, mas para quem tá começando, instrução nunca é demais, né? Agora novidade boa!

mont6

A fanpage da Maybelline está com uma promo imperdível valendo uma maleta recheada de produtos da marca. Para participar, é só postar um look seu antes e depois do make. A Vanessa Rozan, maquiadora da marca, vai escolher 4 ganhadoras.

O babado tá rolando aqui e quem não quiser tentar a sorte, mas estiver louca pelos quartetos, tem no site da Sephora.

E aí, alguém animado para praticar os esfumados da vida? 😉

Test Drive: A Solução para Brincos Pesados?

Eu não sei vocês, mas eu to amando essa tendência de maxi brincos. Acho poder, acho ousadia, mas vou contar que eu mor-ro-de-me-do de brinco pesado. Eu definitivamente não tenho vocação para orelha rasgada, então sempre usei com parcimônia até que em uma pequena pesquisa online descobri a promessa de um milagre!

E eu que já sou dada a acreditar em milagres, pedi para uma amiga mandar para mim lá de fora. O pacotinho com 30 pares de adesivos custou 10 dólares na Ricky’s. Ok, preço de mercado, né?

Vou falar que quando eu vi a espessura duvidei. Mas resolvi testar só para não dizer que joguei dinheiro fora, sabe como é?

Como dá para perceber, funcionar funciona, mas não é milagre e dá para sentir o brinco pesar um pouco na orelha. É bom usar, mas não é como se o seu brinco perdesse totalmente o peso.

Forma de Aplicar: O Lobe Wonder é tipo um adesivo potente. Você coloca o brinco, fura o lobe wonder com o brinco por trás da orelha e pressiona para colar na parte de trás.

Cá entre nós? Qualquer esparadrapo do tipo transpore (um grossinho e transparente) faz bem o papel e custa só 4 reais na farmácia hahaha.

Ficadica para as viúvas porcinas de plantão (\o/) que não resistem a um super penduricalho na orelha! 😉

Test Drive: Demaquilante de Olhos Clinique

O Test Drive de hoje vai colocar na roda um dos meus produtos mais queridos e eficientes: Demaquilante para a área dos olhos da Clinique.

Como eu falei do demaquilante da L’oréal outro dia, achei por bem contar por aqui qual é o milagre que elimina o Rímel à prova d’água, os delineadores e o que mais ele vir pela frente. O danado é poderoso!

Dá para ver que eu uso mesmo e, apesar de não ter tanto tempo, a embalagem já tá chegando na metade. Dor só de pensar que ele pode acabar 😦

Ele é bifásico, uma parte é oleosa e a outra tem consistência tipo de água com sabão. No início, eu passava óleo puro nos olhos. Detestei.

Depois que entendi o princípio da ‘chacoalhação’ hahaha, minha vida mudou e entrei na fase olheira de rímel nunca mais! Como aqui não tem só gogó, pintei meu braço com os seguintes produtinhos (no maior estilo comercial de Omo, sabe? Hahaha):

Na ordem temos: Falsies, Colossal, Fluidline e sombra escura da palheta Naked. Juntei tudo que gruda nessa vida e mandei ver no meu braço! Atenção para a mágica – supergif, ativar!

Viram? Para ficar limpíssimo, não precisa esfregar. Eu só passei o algodão para frente, depois para trás e voilá!

Viu quem nem tá vermelho de esfregar? É mágica, meu povo. Mas, nada de passar no rosto todo porque ele é bem oleoso – e no dia que eu me meti a fazer isso nasceram duas espinhas na minha bochecha 😛

Eficácia pouca é bobagem. E vocês têm algum queridinho como esse é meu, do tipo milagre total? Compartilha aí! 🙂

Test Drive: Demaquilante L’oréal Dermo-Expertise

Apesar de amar maquiagem, eu fui relapsa o bastante para viajar e não comprar um demaquilante. Na verdade, eu até comprei um da Clinique, mas só vi aqui que ele era só para a região dos olhos, fui passar no rosto e foi espinha na certa. Até que…

Estava eu na palestra da L’oréal que rolou na FARM, quando vi no stand um demaquilante grande (200 ml), com cheirinho bom e preço melhor ainda. Resolvi testar porque para quem tá sem nenhum, qualquer cosmético é lucro.

Testei durante duas semanas e, vou dizer, ele é ótimo. Eu sempre lavo o rosto no banho antes de dormir e só depois passo o produto – acredita que ainda sai maquiagem?

O único detalhe que não deixou ele ser milagre em potinho é que não tira muito bem rímel à prova d’água. Mas o normal sai todinho!

A consistência é tipo de um hidratante e o PH é o mesmo da lágrima. Pode passar nos olhos sem medo porque não arde. Chega de choro feelings total 🙂

Ah, e sabe quando você lava o rosto e fica com aquela sensação de pele repuxando? Acho que como ele dá uma hidratada, não rola essa impressão desagradável. Mais um ponto!

Só não levou as cinco porque a embalagem promete tirar todos os resíduos de maquiagem, mas o rímel à prova d’água bem deu uma resistida. Mas, para o dia a dia, achei incrível.

O meu custou 23,90 e já vi vendendo nesses corners da L’oréal que ficam nas farmácias!

Vale o preço, sem dúvida! 😉

Test Drive: Corretivo Maybelline Cover Stick

Meu povo, o nome desse post deveria ser falta de dignidade ou tudo em nome da verdade, mas por motivos de pesquisa no Google ficou esse mesmo.

É que tem que ter muita coragem para dar as caras por aqui sem uma napa de corretivo nas olheiras, mas é que eu realmente queria mostrar o milagre para vocês, era importante!

Esse é o corretivo da Maybelline Cover Stick (minha cor é a 03). É o típico corretivo que você vê na farmácia e fala “não funciona!”. Isso só pode ressecar, isso só pode ser enganação, por esse preço, então. Mas, acreditem, o danado é bom!

Para começar, apesar de ser em bastão ele é super cremoso e, apesar de ser cremoso, não acumula nas dobrinhas do olho. Ponto!

E, como vocês podem ver, eu tenho olheira. Muita olheira, dessas que deixa o olho caidinho, sabe? Olha o resultado: oito horas de sono em creme hahaha

Antes, só com blush e rímel (porque eu posso não ter dignidade, mas eu não quero suicidar minha auto estima) e depois com o corretivo. Tcharan! Foi mal a diferença de iluminação, mas a foto com corretivo o namorado tirou e a foto sem eu que tirei hehe  😀

Veredicto final:

Eu tenho cinco corretivos na minha nécessaire (fora esse, dois da MAC, um da Revlon e um do Boticário) e esse ganhou meu coração para uso diário. Fora o precinho (R$14,90) que é lindo demais.

Para quem não sabe onde achar, vende naqueles corners da Maybelline de farmácia, sabe? Esse eu comprei nessa ocasião, mas também sei que tem na Drogaria Venâncio.

Test Drive: Bisnagas de Tratamento Pantene Pro-V

A minha mãe acredita em milagres e em propaganda. Pois é, ela compra a pasta de dente que protege contra DEZ malefícios bucais porque ela acha que a pasta concorrente, já que não fala nada, deve proteger só contra seis ou sete… enfim. Por isso, não é de se espantar que ao ver o anúncio das bisnaguinhas do Pantene Pro-V ela tenha comprado correndo para mim, afinal, o produto promete restaurar 3 meses de dano em meros 3 minutos (lembra que eu disse que a minha mãe acredita em tudo?)

O produto e as promessas

Como filho de peixe, peixinho é, lá fui eu para o banho acreditando – e torcendo – que tudo fosse verdade. Para completar as informações, meu cabelo é seco, muito seco! Tão seco quanto o deserto do Saara, ou seja, para o produto funcionar, teria que ser bom mesmo!

O tamanho da embalagem. Não dá para fechar 😦

Primeira Impressão: A consistência do produto é bem grossinha (ponto para ele). Passei no cabelo, deixei agir por 5 minutos (achei que só 3 era balela demais) e enxaguei. Nessa hora, achei que o meu cabelo estava meio duro, mas dei o benefício da dúvida e segui em frente.

Segunda Impressão: Quando o meu cabelo secou, deu para notar a diferença. Ele estava mais macio e sem qualquer menção ao efeito Gal Costa que volta e meia me persegue (cabelo armado de-mais). Vale lembrar que estava chovendo e nenhum frizz deu as caras também – o que me deixou imensamente feliz!

Teste Final: Perguntei para uma amiga – sem contar o que se passava – se tinha algo diferente e ela disse que o meu cabelo estava mais bonito, cheiroso e macio! Quando contei do produto, ela nem quis esperar o post e já disse que ia comprar, ou seja, ninguém pode acusar a bisnaga de efeito zero.

Preço: Minha mãe disse que custou cerca de 5 reais por bisnaguinha (é só multiplicar por 3, quantidade do pacote), mas pode não ser verdade já que ela não tem uma memória muito boa hehehe. Se for, preço bem amigo!

Veredicto Final: 3 meses em 3 minutos é exagero, né? Mas como ninguém aqui acredita em milagres, eu gostei muito do resultado final! O produto deu uma boa melhorada no cabelo, como uma hidratação em curtíssimo tempo! O único problema é que não há como fechar a embalagem, se abriu a bisnaguinha, tem que usar até o final – má notícia para quem tem cabelo curtinho.

PS para Esclarecimentos: Nenhum centavo ou produto ou nada foi recebido para que a resenha fosse feita. Ela é sincera e de coração hehehe