Veia Fashionista – A Origem

Eu sempre me perguntei de onde vem a minha veia fashionista. Na minha família não tem nenhum grande interessado no assunto e, apesar de eu morar em um reduto de moda do Rio de Janeiro, a minha mãe é super hipponga e meu irmão surfista. Mas, essa semana estava eu observando fotos antigas de família quado me deparo com o membro paterno – a.k.a. meu pai – com um wayfarer. Pensei: “Ó, Papai está na moda!”.

O pai todo garotão dando pinta com um wayfarer vermelho

Seguindo a pesquisa em outros álbuns, achei outra foto de outro wayfarer, só que dessa vez vermelho (a cor que mais se destacou em um mar de wayfarer coloridos). Indo mais a fundo, eis um rayban clubmaster – queridinho de celebridades como Rachel Bilson e da blogueira italiana Chiara Ferragni! Depois de tantas evidências, não havia como negar.

E dessa vez com o clubmaster (e de brinde, a blogueira que vos fala versão dois aninhos de idade)

A veia fashionista, ao contrário do que acontece com a maioria, passou longe do lado materno e foi beber da fonte masculina da casa. E sabem o que é mais curioso? Todos os óculos trendy vistos nas fotos de família eu acabei adquirindo nos últimos três anos sem nem me lembrar que meu pai já passeou por aí com os mesmos modelos! O que não faz o nosso subconsciente, não é mesmo?

E vocês? Tiraram o gosto pela moda de casa ou ele surgiu ao longo da vida mesmo?

Anúncios

Marcado:, ,

3 pensamentos sobre “Veia Fashionista – A Origem

  1. Dani Freitas 10 de novembro de 2010 às 19:22 Reply

    Adorei o tema deste post! Eu cresci em meio aos tecidos, tesouras e moldes de minha mãe, que é uma exímia costureira. Ela chegou a fazer vestidos de noiva, um mais maravilhoso que o outro, mas hoje só costura por hobby mesmo. Me lembro de ficar recortando tecidos e vendo revistas. Eu adorava também aquelas bonequinhas que trocam de roupinha. Minha avó me deu um dia uma caixa cheia de botões e eu punha nomes neles, um a um…rs rs rs me deu a maior saudade agora!
    Beijão

    • Iana 10 de novembro de 2010 às 21:03 Reply

      A gente percebendo ou não, essas coisas marcam muito, né?

  2. Maria Leal 20 de novembro de 2010 às 01:04 Reply

    Nossa! Eu nunca parei pra pensar de onde veio a minha veia fashionistica. E eu realmente nao faço ideia! os dois lados da familia nao tem nada a ver com moda, o mais proximo sao minhas avós costureiras!
    adorei o post hahahaha, beijooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: