Esquisito Hoje – Trendy Amanhã

Uma vez eu li um artigo: se você quer saber o que vai estar na moda amanhã, observe os gays hoje. O artigo , que eu infelizmente não lembro quem escreveu, tinha suas nuances interessantes mas, para mim, beirou o sexismo. Refletindo com uma amiga (Mari!) sobre essa questão de ditar tendência, cheguei a uma conclusão diferente. Se você quer saber o que vai estar na moda amanhã, observe os diferentes. Eles mesmos, aqueles que se destacam no mar de gente e – muitas vezes – são tachados de “esquisitos” pela massa.

Nerd: de estereótipo às passarelas

A amiga em questão platina o cabelo há anos – muitos mesmo – e no início as pessoas achavam super esquisito. Algum tempo depois, Carolina Dieckmann apareceu com as madeixas platinadas em uma novela e foi um tal de correr para o salão atrás do ponto exato de loiro que, diga-se de passagem, Mari já conhecia há tempos! Toda a “estranheza” do loiro quase branco passou e a ideia virou sinônimo de beleza e estilo. Não, eu não estou dizendo que quem ditou a tendência capilar foi a minha amiga de infância, estou apenas relatando que o que a grande maioria estranhava virou tendência em um passe de mágica.

Grunge: De sujinho revoltado diretamente para o guarda-roupa das fashionistas

A possibilidade de criar algo e fazer a inovação ecoar mundo afora depende de diversos fatores – entre eles a capacidade de alcance do criador em questão (celebridades em geral e passarela). Mas, o ingrediente principal reside em dois detalhes: um de suma importância e outro, muitas vezes, menosprezado. O primeiro é a criatividade. A raiz da palavra explicita tudo: criação, inovação, algo nunca feito ou modificado quase ao ponto do não reconhecimento. O segundo, aquele esquecido, é a ousadia. É preciso ser muito seguro e audacioso para experimentar ( e exibir) o que nunca foi visto ou pensado. Sair dos padrões vai muito além do mero “se destacar”. Arriscar inclui, na maioria das vezes, quebrar regras estéticas e padrões fortalecidos por anos e anos de mesmice. É por isso que eu aplaudo internamente sempre que vejo alguém tentando algo diferente – o resultado final me agradando ou não.

Platinado: da beleza Ska e Roqueira de Gwen para as novelas globais e todos os salões de beleza sofisticados

Porque no fim das contas, a gente torce o nariz hoje e deseja amanhã. Estranha uma peça de roupa (ou uma cor de cabelo) nas ruas, mas, de repente, ele aparece na mídia e, instantanemente, vira objeto de desejo, o famoso must have. E é esse comportamento volátil que tanto me encanta no mundo das tendências. Tudo muda. Nenhum conceito é fixo e, por isso, estamos todos sujeitos a morder as próprias línguas. Quem nunca disse “eu nunca” e depois corrigiu com um “eu preciso”? É por isso que volto a repetir: observem os esquisitos. Eles são a tendência de amanhã.

Anúncios

Marcado:, , ,

9 pensamentos sobre “Esquisito Hoje – Trendy Amanhã

  1. Lilian Farrish 13 de setembro de 2010 às 10:54 Reply

    Exatamente o que eu penso!!!
    Por isso eu tento ao máximo não dizer que nunca usaria alguma coisa. Eu disse sobre as clogs que ninguém além das olsen e alexa podiam usar. E agora eu vejo com muita freqüência looks lindos com elas. Queria ate comprar uma mas não achei nem um pouco confortavel e parecia uma pônei aprendendo a andar. Hahaha

    Acho incrível a maneira como a nossa visão pode mudar quando uma peça que odiávamos é bem produzida em um look!

    Adorei o post!!!
    Beijooos :*

  2. drica 13 de setembro de 2010 às 17:57 Reply

    É… Coisas que a gente via na nossa mãe no passado e ria, agora estão voltando. E a moda tá largando o “comum” pra valorizar o “diferente”. Tanto que vemos que algumas tendências mais manjadas (que todo ser humano na rua tem e usa) estão durando pouco. Tipo o bandagem… Tá quase cafona.. hehe

  3. Mary 13 de setembro de 2010 às 22:00 Reply

    Que luxo esse post!
    Aprendo muito com vc, Liz. Bjs

  4. Netto 14 de setembro de 2010 às 01:03 Reply

    Sem sombra de dúvidas, vc é uma visionária!

  5. Lu Zuim 14 de setembro de 2010 às 20:28 Reply

    hahhaha é verdade!! esses foram ootimos exemplos..
    ta tendo sorteio la no blog http://www.frescurite.wordpress.com . da uma passadinha la depois! =))
    beijoss

  6. Manu Alves 14 de setembro de 2010 às 23:31 Reply

    Iana,
    vc escolheu os exemplos a dedo, foram perfeitos!!! Eu acrescentaria as tachas, spikes, couro e caveiras da galera do rock tb…
    bjs!
    Manu

  7. Flávia 15 de setembro de 2010 às 00:32 Reply

    Concordo muito.
    Eu também admiro os que têm coragem de colocar a cara à tapa e ousar com algo que a maioria vai reprovar inicialmente.
    Tem que ser muito confiante ou muito “caguei pro mundo”! =]
    O texto tá impecavelmente escrito, amiga.
    Muito claro, objetivo e, como eu já disse, elucidativo.
    Beijocas da fã nº 1 do É Tendência! ^^

  8. O que tem por aí | 20 de setembro de 2010 às 02:56 Reply

    […] da Iana, no É Tendência, de como surgem as tendências. “O esquisito hoje – trendy […]

  9. Ana Seixas 29 de outubro de 2010 às 12:49 Reply

    Amei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: